14.2.07

Consultoria Eclesiástica

Resolvi entrar no mercado de consultoria eclesiástica. Após mais de 20 anos de contatos com modelos metodológicos que visam otimizar os resultados das igrejas acredito que já consegui alinhavar algumas idéias suficientemente testadas e aprovadas. Ofereço, portanto, e de graça, conselhos para líderes que desejam fazer sua igreja crescer.

Antes, recomendações bibliográficas. Leia Guy Debord para adquirir noções a respeito da sociedade espetáculo, onde até mesmo a fé é show. Leia também Pierre Bourdier para se familiarizar com a realidade dons bens simbólicos no mercado, inclusive religioso. Finalmente, leia Maquiavél, e medite sobre o postulado da primazia dos fins sobre os meios.

Eis os conselhos.

– Pratique o ilícito, afinal você não vai conseguir chegar muito longe sem umas boas maracutaias. Faça com que as pessoas trabalhem para você e depois mande que busquem seus direitos na justiça, encontre fiadores para seus negócios e não tenha escrúpulos em deixar que eles se virem para pagar a conta, em caso extremo, dê calote sem dó nem piedade, e, principalmente, use e abuse dos ambiciosos e vaidosos que darão até as calças para serem identificados como as pessoas de sua confiança – pegue as calças deles. Não se importe com títulos protestados, aliás, encontre número suficiente de laranjas e crie empresas fantasmas para fazer escoar todas as demandas judiciais contra você. Externalize, companheiro, o máximo possível.

– Invista na comunicação de massa: rádio, tv e shows, muitos shows, mega shows. O mundo gospel está cheio de artistas talentosíssimos, bem intencionados e precisando ganhar o pão de cada dia. Prometa o pão. Grave os caras, promova a banda deles, mas retenha todos os direitos em sua propriedade e faça amarrações contratuais de tal maneira que eles sejam obrigados a comer na sua mão.

– Não tenha vergonha de pedir dinheiro. Faça com que todos acreditem que doar para sua igreja é a mesma coisa que doar para Deus. Crie alguns projetos de fachada e divulgue os resultados como pretexto para pedir mais dinheiro. Desvie todos os recursos doados para (1) empresas comerciais e (2) patrimônio pessoal. Preserve seu patrimônio colocando tudo em nome de laranjas ou em contas no exterior. Institua uma fundação que possa funcionar como plataforma de lavagem de dinheiro e use também as igrejas (multiplicadas em sistema de franquia) como forma de burlar o fisco.

– Assuma uma postura de liderança espiritual como celebridade. Ande rodeado de asseclas, serviçais e guarda-costas. Faça muito barulho ao chegar e ao sair. Não permita que sua presença passe despercebida. Ostente todos os sinais exteriores possíveis de riqueza: roupas, jóias, cabelos, canetas, relógios, carros, e, se possível dê um jeito de aparecer na revista Caras. Faça com que o povo veja como você é próspero e repita à exaustão que tudo o que você possui é uma evidência da benção de Deus sobre a sua vida. Faça com que todos acreditem que poderão chegar onde você está. Ou melhor, faça com que tenham inveja de você e se disponham a fazer qualquer coisa para chegar aonde você chegou, ou, na pior das hipóteses, ficar perto de você.

– Satanize todos os seus críticos e opositores. Transforme todos eles em inimigos de Deus. Pouca coisa une mais um povo do que um inimigo comum: encontre um, a Globo, por exemplo. Construa um discurso persecutório, repita sem parar que você é vítima de perseguição religiosa, que estão sendo injustos contra você e que na verdade perseguir você é apenas uma artimanha do diabo para levantar oposição a Deus e ao evangelho. Crie símbolos de amarração simbólica e crie um espírito de corpo do tipo “nós contra o mundo e todo mundo é contra nós”. Lance campanhas de compromissos até a morte, crie slogans com palavras de ordem, uniformize seu exército – faça todos os líderes usarem a mesma camiseta e venda camisetas iguais para o povo.

– Cale a voz da sua consciência. Deus costuma falar através dela. Afaste-se de todas as pessoas sérias que aparecerem no seu caminho. Afaste-as de você. Invente calúnias contra elas. Deixe-as fragilizadas, com uma mão na frente e outra atrás, e assim não terão forças emocionais para enfrentar você e lutar pelo que é justo, pois estarão ocupadas tentando se reerguer. Não olhe nos olhos do povo simples que segue você, não se deixe mover por compaixão, abafe todos os impulsos de bondade e honestidade. Quando sentir vergonha de ser quem você é, fique quietinho, esperando a vergonha passar. Em último caso, tente se convencer de que as pessoas sinceras e realmente tocadas por Deus no meio dessa confusão toda que você criou ao seu redor serão cuidadas pelo próprio Deus. Chore de noite, escondido ou escondida. Com o tempo sua consciência se cauteriza e a coisa flui que é uma beleza.

– Creia que é possível nascer de novo. Ou, se for o caso, creia que é possível voltar ao primeiro amor.

Não tenho dúvidas que sua igreja vai crescer. A história demonstra que não apenas igrejas evangélicas, mas também movimentos políticos e econômicos, bem como seitas de toda sorte usam regras semelhantes e prosperam. Caso você volte ao primeiro amor, não se envergonhe do evangelho de Jesus Cristo. Levante as mãos para o céu e agradeça. Deus vai lhe dar forças para você conviver com sua memória e reescrever sua história.

27 Comments:

Blogger Alexandre Galli said...

Ed,

Excelente texto. Inspirado em alguém?? rsrs
Abraços

11:20 PM  
Blogger Exemplo AVERA said...

Este comentário foi removido pelo autor.

12:59 AM  
Blogger Exemplo AVERA said...

Quem está limpo, limpe-se mais e quem esta sujo, suje-se mais...

1:01 AM  
Blogger Paulo Brabo said...

Caro pastor, venho seguindo esses mandamentos desde a infância; mas o que devo fazer para herdar a vida eterna?

Esquece que foi uma recaída.

9:53 AM  
Blogger Roberto Rohregger said...

É triste perceber que realmente uma boa parta das igrejas que se dizem evangélicas seguem estes preceitos....Por muitas vezes me encontro cético com a Igreja, aquelas que não agem por interesses de seus "Donos" ops, "líderes", apenas brincam de igreja... Parece que a igreja se esqueceu para que foi instituída...O cenário atual lembra-me aqueles descritos no AT, em que o povo de Israel sofria por falta de liderança espiritual....Será que não seria necessário levantar-se mais profetas?

2:24 PM  
Blogger oliver kleim said...

Este comentário foi removido pelo autor.

4:14 PM  
Blogger oliver kleim said...

Esta persepção, embora não seja original em seu todo, mas sim uma voz a mais num coral que se levanta neste Brasil, revela o que de fato é avivamento espiritual. Diferentemente daquele agir esteriotipado e irritante que confunde estardalaço com vida. Parece mais uma galinha sem cabeça (desculpe a comparação mas é perfeita), que se movimenta que é uma beleza mas que ja não possue vida alguma em si mesma.
Pr, parabéns por este texto profundamente avivalista, que nos conduz ao espírito vivificante de Cristo.

4:14 PM

4:16 PM  
Blogger Exemplo AVERA said...

O dia em que o único Líder (o Sumo Sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque) tiver o lugar devido nos corações, as coisas mudam de dentro pra fora.
Mas quem creu em nossa pregação?

3:27 AM  
Blogger wagnerpalma said...

Caro Pastor,

Ótimo texto.
Só gostaria de lembrar que preparar os herdeiros para assumir o ´"império religioso", também é recomendável.

Deus o abençoe
Wagner

8:56 AM  
Blogger rick said...

Ótimo texto ED...

Este texto vai servir de grande valor, para esses que se iniciam essa nova carreira de “Bico Empresário da Fé” ops “Micro Empresário da Fé” rsrsrsr

2:04 PM  
Blogger Felipe Fanuel said...

Todo movimento religioso precisa se institucionalizar. O problema é quando a instituição se torna pesada demais para se justapor ao movimento. Parece que os movimentos já nascem destinados a se transformarem em um tipo de instituição.

As características listadas no texto se observam, em níveis diferentes, em qualquer líder religioso de fé evangélica no Brasil. Há uma tendência de recorrer ao radical profetismo sempre quando o objetivo é manipular pessoas através da fé.

A preocupação ética está longe de ser relevante nessa hora. O ideal é pensar no instante, na realização, no resultado. E, convenhamos, isso dá certo. Esse pessoal é eficiente na tarefa que realizam. Seguir a receita é sinônimo de sucesso.

3:05 PM  
Blogger Lou H. Mello said...

Na verdade, o ambiente é altamente propício a esse modelo de "ministério". Esses caras vendem água no deserto. Alguns seguidores dessas práticas, assim espero, cairão em si e sentirão o desconhecido sentimento de arrependimento. Nessa hora, minha esperança será haver entre os outros irmãos (evagelicals, ortodoxos, certinhos, etc.) quem os ampare e os trate com perdão genuino.

11:05 AM  
Blogger Hermes C. Fernandes said...

Parece que esta carapuça serve pra muita gente.

Acredito que muitas dessas igrejas começaram bem, tal como a igreja de Éfeso. Mas se desesclesiastizaram, tornando-se verdadeiras empresas. Se não derem meia-volta, terão seus candeeiros removidos por Cristo, seu alvará celestial caçado, passando a funcionar na clandestinidade espiritual.

Isso é que dá trocar a Bíblia pelo "O Príncipe".

9:11 PM  
Blogger Luis e Norma said...

"E disse o SENHOR a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te dizem, pois não te têm rejeitado a ti, antes a mim me têm rejeitado, para eu não reinar sobre eles." 1 Sm 8.7
PRECISAMOS RESTAURAR O REINADO DO SENHOR EM NOSSAS VIDAS.
O povo se colocou embaixo do jugo, da escravidão, do domínio humano e não DIVINO.
O que vemos hoje nada mais é do que falta da compreensão do propósito da vinda do SENHOR JESUS para restaurar a nossa COMUNHÃO com DEUS.
Idolatramos o homem, damos mais destaque para a "sarça" do que para o FOGO que queima.
Precisamos resgatar,começando por cada um de nós, o PODERIO do SENHOR.
Chega de títulos, chega de pompa, nós nãos precisamos de mais um Pastor Fulano de Tal, Apóstolo Cicrano, Bispo "Zezinho".
O que o mundo precisa é de homens e mulheres SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS, amantes da sua Vontade e com coragem para cumpri-la.
Nos estamos condenados, SABEMOS MUITO, sentenciados à morte e somente JESUS pode nos SALVAR.

Lembre-se, a quem muito for dado, muito será cobrado.

Graça e Paz !

11:00 AM  
Blogger Darlan said...

Pr. Ed,

este texto sintetiza de maneira bastante oportuna o momento atual no meio 'evangélico' no Brasil. Que estas 'dicas' sejam seguidas INVERSAMENTE por aqueles que procuram uma fé sadia e genuína em Cristo Jesus.

2:56 AM  
Blogger Darlan said...

Pr. Ed,

este texto sintetiza de maneira bastante oportuna o momento atual no meio 'evangélico' no Brasil. Que estas 'dicas' sejam seguidas INVERSAMENTE por aqueles que procuram uma fé sadia e genuína em Cristo Jesus.

2:57 AM  
Blogger ronie said...

Alegro-me em ler esse texto e perceber que Deus tem levantado gente boa pra falar. Pr Ed vc sabe que será perseguido pelos "evangélicos" na proporção em que explicitar essas convicções não é? Mas continue por favor! É chegada a hora pra que o povo brasileiro saiba que entre "evangélicos" e EVANGELHO estabeleceu-se um grande abismo. Sê forte e corajoso! Minha oração a ti querido irmão é que Deus o use com o poder do Evangelho que pode salvar inclusive esse "aglomerado evangélico". Te deixo meu abraço mesmo que distante!

8:39 AM  
Blogger Valmir said...

Saudações em Cristo Jesus, interessante tese de como adiministrar "bem" uma igreja evangélica!!

9:59 PM  
Blogger Esequiel said...

Constatação tragicômica.
Tô com saudades da sanidade de Deus.

1:55 PM  
Blogger Rubinho Osório said...

Desculpe abordar outro assunto, mas, por favor, leia, no meu blog (http://rubensosorio2.blogspot.com) um excelente texto do Dr. Dioclécio, pres da Soc. Bras. de Pediatria.
Vale a pena.

12:40 PM  
Blogger Eduardo said...

Bem facil criar analogias. O problema é realmente voce estar ensinando (ou dando ideias) aos que estao meio com um pé fora do Caminho...
Mas valeu como critica/denuncia criativa.
Espero que realmente de bons frutos.

1:00 PM  
Blogger milton said...

Graça e paz Ed!

Sempre é bom ser encorajado a permanecer no Caminho, mesmo que às avessas...Por estas e outras você continua sendo um referencial para minha vida!

Grande abraço,
milton
vineyard mogi

7:37 PM  
Blogger Susana said...

Eduardo,

o Ed não está dando idéias, tudo isto já existe sem a interferência dele, penso que trata-se de uma conscientização da responsabilidade que os que se dizem cristãos devem ter.

O bem e o mal estão dentro de cada um e as intenções são mostradas, conforme o caráter.

Susana Siqueira
São Paulo - SP

7:07 PM  
Blogger Fabio Teixeira said...

Pr. Ed,excelente texto, compartilho das mesmas idéias, e como poderia ser diferente?
Se vc poder mano faça o uma visita em meu blog. http://menteiluminada.blogspot.com/

saude e paz

Pr. Fabio Teixeira

3:13 PM  
Blogger Eliezer said...

Parabens pelo texto Ed.
É com muita tristeza que estamos contemplando o mercadorismo da fé no meio evangélico. Sem tanta novidade assim, mas o cerne da tristeza é que tantos seguem tais conselhos e outros tantões aplaudem cegamente.
abraços,

pr eliezer
pib santa fe do sul

8:46 PM  
Blogger Deus é Salvação - Ministério de Desenvolvimento Cristão said...

Que a Paz de nosso Senhor Jesus Cristo esteja contigo e com nosso irmãos.
É lamentável, apesar de esperado, que venhamos a ver a fé ser comercializada em nosso meio, afinal é assim que o mundo nos vêem.
A verdade é o que seu texto diz, mas acredito que ainda tenha verdadeiros crentes, que abominem o pecado e lutem pelo Reino de Deus.
Necessário é fazermos o que for necessário ao Reino de Deus.
Pb. Eliseu Ramos (IEAD)
www.deusesalvacao.org
http://deusesalvacao.blogspot.com

5:33 PM  
Blogger Pr Patrick said...

Deixem de ser farizeus e escribas, ótimos discursos, perdem seu tempo, julgando os outros quando deveriam discutir como ganhar almas, nunca lerão?, quem não é contra mim é por mim. enquanto falam mau de pessoas que não conhecem , os mesmos estão ganhando almas usando sim a televisão o rádio, e vcs fazem o que julgam ?? leiam mateus 7.1, Jesus foi criticado por não guardar o sábado, por não lavar as mãos antees de comer, porque veio trazer o evangelho sem tradicionalismo, nunca virão o que disse paulo, me fiz tolo pra ganhar os tolos. vcs não passão de crentes tradicionaais guardados na guaveta. não esqueçam a letra mata o espírito vivifica.

6:09 PM  

Postar um comentário

<< Home


Ed René Kivitz
Pastor da Igreja Batista de Água Branca (São Paulo), autor e conferencista.
+ Saiba mais


LANÇAMENTO

Os artigos reunidos neste livro não são expressões de rebeldia à ortodoxia cristã, mas de inquietude diante de uma Igreja que...
+ Saiba mais


BEST-SELLER
Vivendo com propósitos apresenta a resposta cristã para o sentido da vida. Tomando como ponto de partida a afirmação de que Deus criou o homem...
+ Saiba mais


-----------------------------------------
  • BOSCH, David. Missão transformadora: mudanças de paradigmas na teologia da missão. São Leopoldo, RS: Sinodal, 2002.

  • XI Semana de Estudos de Religião - Fundamentalismos: discursos e práticas

    PRELETORES: Diversos
    DATA: 2 a 4 de outubro
    LOCAL: São Paulo (SP)
    Para saber mais, clique aqui!
  • "A missão é o sim de Deus ao mundo; a participação na existência de Deus no mundo. Em nossa época, o sim de Deus ao mundo revela-se, em grande medida, no engajamento missionário da igreja no tocante às realidades de injustiça, opressão, pobreza, discriminação e violência."
    David Bosch
  • Clique aqui para conhecer minha igreja. Você é nosso convidado!

Cadastre seu e-mail:

powered by Bloglet

 

 
....Copyright © 2006 Ed René Kivitz. Todos os direitos reservados.