31.7.07

SÚPLICA PELOS QUE CHORAM

Pai Celestial, hoje erguemos nossas vozes em intercessão pelos que choram seus mortos.

Reconhecemos que és Deus de amor e bondade, Deus de toda consolação, pleno em compaixão e rico em misericórdia, e por isso clamamos que derrames sobre todos os corações porção suficiente de tua paz que excede todo o entendimento.

Rogamos que tomes pela mão aqueles que estão perdidos em meio à escuridão, amedrontados no vale da sombra da morte, e os conduza em serenidade para a luz, dando-lhes novo frescor para a alma, renovando-lhes a esperança para a construção do amanhã, firmando-lhes os pés para a continuação da jornada, devolvendo-lhes a força para viver.

Rogamos que enxugues cada lágrima, recebendo-as como a mais pura oração, acolhendo-as como tributos aos que se foram, dando-lhes sentido e significado, transformando-as em memórias felizes e lembranças de amor e saudade que produzam frutos de vida.

Rogamos que com tua presença amorosa preenchas o vazio deixado pelas ausências, suprindo as faltas, recolhendo em teu colo de Pai cada um dos que hoje choram e dando-lhes a provisão em resposta às suas aflições, angústias e medos, mostrando-te companheiro e parceiro para a vida que segue.

Rogamos que consoles as mães e pais que perderam seus filhos e filhas, os apaixonados que perderam seus amores, as crianças que perderam seus pais, os amigos que perderam seus pares, e que derrames porções de amor suficiente para que a falta dos que se foram seja redimida por reconciliações, aproximações e aprofundamento dos laços de afeto de todos quantos ainda temos vida e oportunidade de amar.

Rogamos a ti, que és o Senhor da vida, que detenhas o poder da morte, e cuides dos que estão vestidos de luto para a que a morte de seus amados não lhes roube a alegria de viver; clamamos que detenhas o poder destrutivo desta tragédia, inspirando atos de solidariedade, compaixão e comunhão; e suplicamos que transformes a indignação e revolta destes dias em sementes que floresçam para a beleza e frutifiquem para a justiça.

Rogamos, nosso Pai, que fortaleças aqueles que perderam seus amados para que ergam memoriais de honra aos que se foram, para que vençam a morte com a insistência em viver, o medo com fé, a desesperança com a insistência em semear a terra regada pelo sangue dos inocentes.

Pai Celestial, em nome de teu Filho Jesus, que venceu a morte e trouxe à luz a vida e a imortalidade, rogamos que envies teu Espírito Santo a consolar todos os que choram, a cuidar dos que estão com o coração quebrantado e a por, sobre os que de luto estão, uma coroa em vez de cinzas, vestes de alegria ao invés de pranto, manto de louvor ao invés de espírito angustiado, afim de que se levantem como carvalhos de justiça, para a tua glória. Amém.

17 Comments:

Blogger ed said...

Amém.

6:18 PM  
Blogger lu* said...

Diante de tudo o q esta havendo só nos resta clamar por consolo e misericórdia.

Amém.

11:29 PM  
Blogger Vilma said...

Amém.

5:44 AM  
Blogger Luiz Antonio said...

Ao Eterno... adoração!

4:52 PM  
Blogger Li said...

Oi Pastor,
peguei este texto pra colocar no meu blogger tá?

Um abraço
Eliene

11:45 AM  
Blogger Luciano Meirelles Azevedo said...

Amém.

12:37 PM  
Blogger Mamanunes said...

Chorar com os que choram...
Amém pastor.
Quero agradecer por tudo o que você tem feito. Seus estudos em audio, tem nos permitido amadurecer.
Moramos no meio da Mata Altlântica, Praia Dura em Ubatuba.
Quem sabe ainda não voltamos prá SP,para a Ibab...Só por Deus..
Graça e paz!

2:55 PM  
Blogger Pr. Zwinglio Rodrigues said...

Assim Seja!!!

9:43 AM  
Blogger uma das ovelhas said...

Talvez parte da resposta de Deus a essa súplica esteja na construção ou reconstrução de vínculos humanos solidários, mas, sobretudo na construção de relacionamentos onde o vínculo é este Corpo místico que torna próximas e reciprocamente necessárias pessoas que outros motivos ou motivos meramente humanos não aproximariam.
O luto que uma súplica assim abriga vai além da perda do outro, de outra pessoa, é o luto da nossa condição frágil, finita e sem sentido exato diante de coisas irrevogáveis, diante de toda a dureza que as coisas irreversíveis impõem.
Eu creio que só o que ultrapassa a nossa vulnerabilidade, só o inesperado, o que trouxe a vida de volta e promete ainda trazer, dá condições de fazer do luto um processo do qual possam emergir vínculos, reconciliações e reconstruções.
É por causa da alegria que existe na unidade do Corpo, um mistério ligado à ressurreição, que a casca do grão é entregue e ficam retidas como mortas as virtudes e as vertigens que interrompem a comunhão e prorrogam sofrimentos.
Onde morre o grão e a fragilidade é partilhada tende a existir de fato essa possibilidade de uma comunhão que encobre as faltas, supera rigores, supre as necessidades com justiça e transforma o luto que imobiliza ou agita em movimento gracioso, no que pode atrair enfim os filhos que estão longe ou perdidos, fazer de nós luz e sal, servos fiéis.
Quando penso na gravidade das nossas angústias diante dos processos difíceis eu só temo que os que são do Corpo não tenham paciência suficiente uns com os outros e acabem forçados a tolerar o mal,o luto isento de graça e todo o perigo que isso significa pra os que provaram a bondade de Deus. Porque, hoje mais do que em outros momentos, eu tenho a forte impressão de que a comunhão entre nós é o recurso ou talvez o principal recurso de Deus para transformar o nosso sofrimento em movimento, em 'dança', como no salmo (como no livro do H.Nouwen).

12:08 PM  
Blogger Everton said...

Oi Pr. td bem, eu tenho um blog, e tenho muitos textos seus...por lá,
teria como eu conversar com você, ou entrar em contato via msn ???

agradeço se pudessemos conversar, gosto muito do seu trabalho, e sempre encontro boas respostas aos meus questionamentos, cois que não acontece com outras pessoas.

abraços,

12:37 PM  
Blogger nyce said...

Pr. Ed. Renê Kivitz
Diante desta oração preciso fazer um pedido ao prezado pastor. Meu cunhado Rivamar Colucci de Sá, é um micro empresário, mas está cheio de dividas, recentemente perdeu seu pai,isto ajudou-o no seu processo de tristeza e ele está até dizendo que Deus não existe. Por favor gostaria que o prezado pastor falasse com ele, são membros da IBAB O prezado pastor fez o casamento deles ela é minha irmã. Tenho acompanhado o ministério do prezado pastor desde a Faculdade Teológica, sei que poderá ajudar meu cunhado e minha irmã nesta hora tão dificil Espero contar com sua atenção e oração Leonice Duarte de Souza Dantas

11:44 AM  
Blogger Valmir R said...

Há 60 dias perdi o que é mais valioso ao ser humano na terra , minha querida Mãe , mulher batalhadora e serva de Deus , vitíma de cancer aos 58 anos , fico a pensar como um Deus de amor permite que um servo D'Ele parta tão cedo com tantos sonhos a realizar na terra pessoalmente e para o Reino , lutamos tanto , uma "dor sem tamanho" , me pergunto a vida é só isso , clamamos por cura , depois por consolo , um paradoxo extremamente difícil de digerir !!!

6:29 PM  
Blogger edgar said...

Querido Pr.Ed,quero fazer minha suas palavras nessa oração ao Deus da consolação,e agradecer a Deus pela sua vida e por ter tido o privilégio de viver na mesma época que o Sr.

10:53 PM  
Blogger Eusper said...

Linda oração.Fiquei,no entanto, confuso ao ler em um site (cristianismo hoje) artigo que você publicou dizendo não ser um homem de oração. O Senhor orava, Paulo era um homem de oração. Não oramos como quem negocia com Deus. Oramos como quem busca sintonia com Ele.

11:39 PM  
Blogger Renato Tria said...

Amém !

3:26 PM  
Blogger Lεтícια said...

todas os seus textos são maravilhosos...leio assim que possivel...foi uma indicação de um amigo...adorei mesmo!

9:40 AM  
Blogger Rosinha said...

Sou leitor do Pastor Ed faz algum tempo e amen pra esta oração.
quanto ao comentario do Valmir:imão Deus é puro Amor e é eterno.Acho q vc deveria se orgulhar de dizer:a minha mãe apesar de toda dificuldade serviu o Senhor ate o fim cumpriu a carreira guadou a fé.é serva esta no Senhor.Deus te Abençõe.

10:59 PM  

Postar um comentário

<< Home


Ed René Kivitz
Pastor da Igreja Batista de Água Branca (São Paulo), autor e conferencista.
+ Saiba mais


LANÇAMENTO

Os artigos reunidos neste livro não são expressões de rebeldia à ortodoxia cristã, mas de inquietude diante de uma Igreja que...
+ Saiba mais


BEST-SELLER
Vivendo com propósitos apresenta a resposta cristã para o sentido da vida. Tomando como ponto de partida a afirmação de que Deus criou o homem...
+ Saiba mais


-----------------------------------------
  • BOSCH, David. Missão transformadora: mudanças de paradigmas na teologia da missão. São Leopoldo, RS: Sinodal, 2002.

  • XI Semana de Estudos de Religião - Fundamentalismos: discursos e práticas

    PRELETORES: Diversos
    DATA: 2 a 4 de outubro
    LOCAL: São Paulo (SP)
    Para saber mais, clique aqui!
  • "A missão é o sim de Deus ao mundo; a participação na existência de Deus no mundo. Em nossa época, o sim de Deus ao mundo revela-se, em grande medida, no engajamento missionário da igreja no tocante às realidades de injustiça, opressão, pobreza, discriminação e violência."
    David Bosch
  • Clique aqui para conhecer minha igreja. Você é nosso convidado!

Cadastre seu e-mail:

powered by Bloglet

 

 
....Copyright © 2006 Ed René Kivitz. Todos os direitos reservados.